[30-Mar-2017 12:44:40 America/Chicago] PHP Fatal error: Call to undefined function add_action() in /home/crxmc504/public_html/grupomcconstrucoes.com.br/wp-content/plugins/js_composer/include/autoload/vendors/mqtranslate.php on line 7 [07-Jun-2017 22:11:39 America/Chicago] PHP Fatal error: Call to undefined function add_action() in /home/crxmc504/public_html/grupomcconstrucoes.com.br/wp-content/plugins/js_composer/include/autoload/vendors/mqtranslate.php on line 7 Assinado protocolo de intenções para construção do CLIA de Aparecida de Goiânia.
1boa_

Assinado protocolo de intenções para construção do CLIA de Aparecida de Goiânia.

O Protocolo de Intenções para a construção do Complexo Logístico Industrial e Alfandegado (CLIA) de Aparecida foi oficializado entre Prefeitura e CRXMC Consultoria e Negócios, empresa pertencente ao Grupo MC Construções.

 

5

Aparecida de Goiânia, 09 de dezembro de 2015 – O prefeito Maguito Vilela (PMDB) assinou na manhã desta quarta-feira (09), o Protocolo de Intenções para a construção do Complexo Logístico Industrial e Alfandegado (CLIA) de Aparecida. O documento foi oficializado entre Prefeitura e CRXMC Consultoria e Negócios, empresa pertencente ao Grupo MC Construções, no gabinete do prefeito. Com a assinatura do protocolo, a empresa fica responsável pela realização de estudos que demonstrarão a viabilidade técnica e econômica para implantação do empreendimento no município.

De acordo com o secretário de Governo e Integração Institucional Euler de Morais, no CLIA os produtos poderão ser armazenados, processados e encaminhados para a exportação, diretamente de Aparecida. “A Prefeitura dará todo suporte institucional e de infraestrutura que a empresa precisar. É um passo muito grande e que causará grande impacto na economia da cidade pela modelagem inovadora do projeto, pela visão integrada e pela concepção moderna de empreendimento empresarial e industrial”, destacou Euler de Morais.

Com a criação do CLIA, Aparecida abrigará um entreposto aduaneiro, ou seja, a cidade terá condições de importar, exportar e armazenar em recinto alfandegado, de uso público, com incentivos fiscais e controle da Receita Federal. “Atualmente quando empresas daqui querem exportar precisam mandar suas mercadorias para Santos, em São Paulo e os tributos são recolhidos lá. Com a criação do nosso CLIA, os tributos serão recolhidos pelo Estado e pela Prefeitura, assim teremos condições de investir os recursos arrecadados em áreas importantes como saúde, educação e infraestrutura”, salientou o secretário de Indústria e Comércio Ralph Vicente.

4 boa_

O presidente do Grupo MC, Celco Narciso ressaltou a visão moderna da atual gestão. “Sabemos do potencial da cidade por isso faremos um projeto inovador, visando melhorar a qualidade de vida das pessoas que moram aqui, além de colocar Aparecida em um cenário muito melhor do que ela já se encontra”, garantiu o presidente do Grupo MC que também desenvolve projetos de CLIA em Santa Catarina, no sul do País.

Ainda de acordo com a CRXMC a previsão é de que os estudos básicos do projeto fique pronto em 90 dias. O estudo vai revelar o tamanho necessário da área e os custos totais para a viabilização do Complexo Industrial e Alfandegado. A Prefeitura de Aparecida vai avaliar os estudos da CRXMC e posteriormente decidir como será feita a parceria para a construção do CLIA. “Pode ser uma Parceria Pública Privada (PPP). Tudo vai depender da viabilidade do projeto e dos custos”, acrescentou Ralph Vicente.

3 boa_

O CLIA será construído na área do Polo Logístico de Aparecida, próximo ao Complexo Prisional. A área do polo é de 1 milhão de 200 mil metros quadrados. Além disso, será anexado ao polo os 25% de área contínua correspondente ao espaço reservado para a Prefeitura do Complexo Industrial Metropolitano, que está sendo implantando no município sob administração do Estado. A área total será de 1 milhão e 700 mil metros quadrados. Todo o espaço abrigará um polo logístico/atacadista, hortigranjeiro e o CLIA.

O prefeito Maguito Vilela afirmou que a implementação do CLIA é muito importante para dar continuidade ao desenvolvimento econômico de Aparecida. “Estamos hoje formalizando e institucionalizando uma intenção que visa transformar o setor industrial de Aparecida. Melhorando a economia teremos receita e condições de investir ainda mais em projetos sociais, que beneficiam diretamente a população”, reiterou.

Maguito lembrou também que desde o início da atual gestão, Aparecida deu um salto no desenvolvimento econômico. “Aparecida apareceu no ranking da Revista Exame de outubro de 2015 como a 5° cidade brasileira com melhor desenvolvimento econômico, dentre as cidades com mais de 100 mil habitantes. Estamos trabalhando desde o início e este reconhecimento é a prova de que nosso esforço está trazendo resultados positivos para a cidade”, comemorou Maguito.

2 boa_

Fonte: Ana Clara Dias – Secom – Aparecida de Goiânia
Foto: Valdir Antunes – Secom – Aparecida de Goiânia
Adaptação:  M-Easy Consultoria de Marketing